STYLE DICAS VALIOSAS DE COMO SE VESTIR

Padrão

Calças

Elas demoraram para ocupar seu espaço no armário feminino, mas, depois de instaladas, nunca mais saíram.

Chanel criou a primeira calça para mulheres na década de 20; no pós-guerra, Schiaparelli reforçou a ideia; nos anos 1960, elas invadiram as ruas e alguém escreveu: “Deus é justo, mas suas calças…”

  • 1 Alfaiataria – Inspirada literalmente nos modelos masculinos, ela tem corte clássico, geralmente vem com bolso faca, algumas têm pregas e barra italiana, e é confeccionada em tecidos mais encorpados.
  • 2 Baggy – Calça de corte arredondado que tem a cintura no lugar, é mais folgada nos quadris e pernas, que descem se ajustando suavemente. Contraindicada para quem tem quadris largos.
  • 3 Boca de sino – Apareceu com os hippies, no final dos anos 1960. Elas seguem retas até a altura dos joelhos e abrem-se em bocas de 20 a 30 centímetros.
  • 4 Boyfriend – É dois ou três números maior do que a sua numeração, e é para ser usada “puxada” no cinto. A proposta é parecer que você está usando a calça do namorado – que precisa ser bem maior do que você.
  • 5 Capri – É uma calça folgada (não larga) nos quadris, de boca afunilada e comprimento no meio da canela. Também conhecida como calça “pescador”.
  • 6 Carrot – Foi a invenção de 2009, é a versão light da saruel, com muito tecido nos quadris e bocas agarradas. Costuma ser de malha ou moletom, é confortável, mas dificilmente cai bem.
  • 7 Clochard – Criada nos anos 1980, é quase uma calça tulipa: larga na cintura, que fica franzida, desce em forma de lápis e deixa os tornozelos à mostra. É a precursora da boyfriend.
  • 8 Corsário – Ela é básica, tem pernas retas ou justas e seu comprimento termina logo abaixo do joelho. O modelo foi adotado pela moda fitness e trabalhado em Lycra.
  • 9 Culote ou montaria – Baseia-se na calça dos cavaleiros, com quadris confortáveis e pernas ajustadas, pensadas para caber dentro das botas.
  • 10 Fuseau – Lembra um fuso, é uma calça feita de malha que tem alças nos pés. É a calça usada pelos esquiadores, a alça nos pés garante que a calça não “escape” das botas e o frio não entre.
  • 11 Harém – Inspirada nas calças das odaliscas, é ajustada nos quadris, tem pernas largas e bufantes e volta a se prender nos tornozelos. É uma calça difícil de usar.
  • 12 Legging – Criada para ser o uniforme de ginástica mais confortável, é feita de Lycra e justa nas pernas. Nos anos 80, era usada com camisões e palas, hoje deveria se limitar ao universo das academias.
  • 13 Marinheiro – Foi criada por Chanel, que se inspirou nas calças dos marinheiros, com abotoamento feito com pala e botões, e pernas largas. Foi muito usada no final dos anos 1960.
  • 14 Pantalona – É a calça que tem as pernas largas de cima a baixo, algumas são retas, outras vão se abrindo até a barra.
  • 15 Pata de elefante – Sucesso nos anos 1970, situa-se entre a pantalona e a boca de sino, pela largura de suas pernas.
  • 16 Reta – Clássica e básica, suas pernas têm a mesma largura em todo o seu comprimento, que termina nos tornozelos.
  • 17 Saint-Tropez – Imortalizada por Brigitte Bardot em um verão nos anos 1960, é a primeira calça de cintura baixa da história.
  • 18 Saruel – Sua inspiração veio da calça dos indianos, com muito volume de pano que parece se enrolar pelos quadris, segue sem criar forma no cavalo e desce pelas pernas, terminando ajustadas em torno dos tornozelos.
    Calça difícil de ficar bem. Deve ser esquecida pelas mais cheinhas.
  • 19 Skinny – Agarrada de cima a baixo, como se fosse uma segunda pele. Fica bem apenas em mulheres muito altas e com pernas muito finas. Mesmo assim, tem quem adore e quem deteste o modelo.
  • 20 Toureiro – Sua cintura é bem alta, logo abaixo do busto, quadris são ajustados e o comprimento das pernas tanto pode ser nos joelhos (como o original) quanto nos tornozelos. Tentou reaparecer, mas não fez sucesso entre as brasileiras, que amam uma cintura baixa.Imagem
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s