STYLE – MIU – MIU ABRE SUA LOJA NO JK IGUATEMI

Padrão

MIU – MIU ABRE SUA PRIMEIRA LOJA PARA AS BRASILEIRAS NO JK IGUATEMI.     Imagem 

Uma das inaugurações mais aguardadas desta nova leva de marcas internacionais aconteceu na manhã desta quinta-feira, 12.07, em clima discreto, no shopping JK Iguatemi. Apesar do número seleto de clientes e curiosos, o ambiente dourado do primeiro espaço da Miu Miu na América do Sul está mais que preparado para receber os brasileiros – o movimento é aguardado para a noite e durante o fim de semana. De Milão, vieram três integrantes do time de retail (um especialista em bolsas, outro em ready-to-wear, outro em sapatos), além da simpática e animada equipe da loja de São Paulo, composta pelo que mais parecem fãs da marca do que vendedores.Imagem“A brasileira está entre as principais compradoras de Miu Miu do mundo”, diz Milene Pulice, gerente da loja. “Por meio dos nossos arquivos, rastreamos um padrão de consumo e investimos nas peças de sucesso, além de uma nova gama de produtos para experimentação e exploração do mercado”, completa.Imagem

Apesar do esquema soft opening, a preparação para a estreia brasileira foi bem pensada. O resultado está logo na entrada da loja, onde dois manequins portam looks diretamente do desfile de inverno 2013, privilégio geralmente exclusivo da flasghip de Milão. Nas araras, outras surpresinhas para conquistar o público brasileiro: uma delas conta com uma seleção exclusiva de peças de desfiles antigas (algumas de cinco temporadas atrás), uma das estratégias para a inauguração (veja foto acima).Imagem

Em outras três, a seleção precisa e bem editada para as mulheres daqui, que deve receber novidades a cada duas semanas, estilo fast fashion de luxo, já que a equipe da marca percebeu que o público que consome o ready-to-wear da Miu Miu costuma comprar uma nova peça a cada 15 dias. A coleção disponível é a do inverno 2013, em sintonia com o calendário internacional. Mas há alguns itens de linha, como a best-seller saia Faille, de tecido levemente estruturado e com memória, e cintura de elástico, que pode ter o formato adapatado de acordo com a vontade da mulher (mais ampla ou mais justinha ao corpo). O preço da etiqueta é R$ 1540, uma diferença aparentemente justa em comparação ao custo da peça na Europa, em que o valor da peça é 390 euros (cerca de R$ 970). A equipe internacional assume um esforço para adequar os preços, uma das grandes preocupações para o mercado brasileiro.Imagem

Por falar em bolsas, são elas a grande aposta da marca por aqui. A campeã de vendas, a Vitello Lux Bow Bag está disponível nas cores originais, mas também nas versões da nova coleção (abaixo, à dir.). Conhecida pelos modelos molinhos, a marca italiana resolveu criar uma linha de bolsas estruturadas, batizada de Madras, uma resposta aos modelos-hit da Chloé e Céline.ImagemO diálogo entre o ready-to-wear e os acessórios é uma das características da marca, que lançou uma versão das bolsas Cloquet (tipo bauzinho) com o mesmo tecido usado na saia Faille, só que todo texturizado (abaixo, à dir.). A Miu Miu também sabe explorar seus trunfos, prova são os sneakers de glitter, novidade que ganhou os blogs de streetstyle logo após os fashionistas começarem a se cansar da sandália de glitter.ImagemDepois das bolsas, a expectativa é grande em relação à linha de bijoux, novidade que tem ganhado importância na marca e algo que a “Sra. Prada (leia-se, Miuccia) adora e gosta de incentivar”, segundo Nuno Silva, da equipe de retail italiana. Nos displays, colares e pulseiras com cristais e camafeus coloridos, respeitando a máxima de bijoux de impacto e personalidade que norteia a linha. Mas dá para desfilar também com um colar exclusivo de pedras pink (ou até um cinto), originalmente a alça da bolsa Nappa Cristal, que pode virar  uma clutch ou ser carregada com a ajuda da alça extra de couro que acompanha o modelo.Imagem

A loja já tem itens da coleção de inverno 2013. Segundo Milene, não haverá atraso em relação ao lançamento no exterior, “tudo o que está à venda lá forá chegará por aqui simultaneamente.”

A Miu Miu é conhecida pelo seu DNA criativo e detalhista. Na grife, a estilista Miuccia Prada explora os opostos, como o masculino e feminino, o retrô e o vanguardista, cores quentes e cores frias. “É uma grande brincadeira e, assim, a marca não tem um limite de idade, mas busca destacar o estilo e personalidade da consumidora”, diz Milene.Imagem 

Por Joana Maranhão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s